Locação de imóveis pode ser uma excelente alternativa de negócios, mas cuidado, há uma porta aberta para golpes. E não só o dono pode ser prejudicado, o condomínio também.

Os mais antigos sempre falavam: uma das formas mais seguras e garantidas de se investir é em imóvel. O mercado tem até uma expressão muito boa: tijolo é moeda forte. Ter a segurança de um bem que, na maioria das vezes, se valoriza, é a melhor forma de se aplicar as economias que se juntou ou guardou. A locação é um caminho muito interessante para isso. Mas nem tudo são flores. Cuidado: o segmento de locação também é uma porta aberta para golpes. A boa notícia: tem como garantir ou se precaver dos riscos.

No passado, os termos “fantasma” e “laranja” eram muito associados à modalidade de locação. Termos que não se usam tanto mais hoje, mas que ainda estão presentes em formas de se aplicar golpes. Em uma busca rápida na internet nas expressões “fiador fantasma” “locatário fantasma”, vai se achar centenas, milhares de matérias relatando golpes de estelionatários que falsificam documentos pessoais de terceiros – muitas vezes roubados ou clonados – para servirem de fiadores ou locatários em contratos de locação. Dor de cabeça para quem teve o documento usado e para quem aluga o imóvel.

O setor de locação é um dos mais seguros do mercado. A Lei do Inquilinato (8.245, de 18 de outubro de 1991), que trata dos direitos e deveres de locadores e locatários, e o Código Civil (Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002) regulam e normatizam a prática de locação. Mas, infelizmente, como em toda a sociedade, há os bons e os maus.

Outro golpe no mercado são os falsos corretores ou interessados em locação, que entram em contato com proprietários ou mesmo com porteiros para adentrar o condomínio e fazer arrastão no prédio. Nesse caso, vale a dica de só permitir a entrada de pessoas autorizadas, seja pela administradora, seja pelo dono e que se faça o registro sempre. Nesse mesmo contexto, podem ser colocadas as falsas imobiliárias, que fraudam documentos, assinaturas e contratos para convencer proprietários a fechar negócios.

A Habitacional, além do setor de Administração de Condomínios, possui uma área de Administração de Bens, que cuida, não só de locar imóveis, mas de sua gestão, contratos etc. Seus profissionais são especializados e aptos para prestar toda orientação nesse tipo de negócios.

Novos golpes, novos cuidados

Esses exemplos que passamos acima são ainda muito vivos no mercado. Muitos outros existem, mas os tempos evoluem e novos golpes surgem.

Hoje, aplicativos e sites de internet, que ajudam, dão praticidade a todos os lados do negócio, podem ser “a porta de entrada” de golpistas. Hoje, é muito fácil anunciar um imóvel e fechar um negócio por esse meio, mas os golpistas se especializaram e já usam esses espaços para golpes cibernéticos, como anúncios falsos de imóveis para locação.

Um exemplo muito claro de como eles agem está na locação de temporada. Esses falsários podem ter acesso ao imóvel e alugá-lo diversas vezes antes dos donos tomarem conhecimento de que estão sofrendo o golpe.

Claro, quando bem usada, é uma aliada, facilita a vida e beneficia nosso dia a dia. Neste espaço já falamos das facilidades que aplicativos e outros serviços trouxeram às nossas vidas e dos cuidados que precisamos ter. Em tempos em que tudo se resolve a um toque no celular e da economia compartilhada, novas formas de ganho com locação surgiram, principalmente as de temporada. O exemplo mais claro disso é o Airbnb – mercado on-line que organiza ou oferece hospedagem, principalmente homestays, ou experiências de turismo.

Muitas imobiliárias já usam essas mesmas ferramentas e não só seus próprios sites, mas todo cuidado é pouco, ainda mais quando se fala em condomínios. Claro, ninguém quer colocar a vida de ninguém em perigo e isso se multiplica pelo número de unidades e pessoas, quando se fala em um edifício.

Voltando ao Airbnb. Essa modalidade cresceu no mundo todo e o Brasil não ficou de fora. Facilita, gira o mercado e cria novas possiblidades. Mas já existem, como em outros casos, exemplos de invasão, golpes etc. A própria empresa tem suas dicas de segurança, que vale muito seguir. Ela é direta: seja inteligente, faça suas regras, garanta sua proteção, etc. Outro ponto a se observar é como a Convenção do Condomínio entende esse tipo de facilidade ,quais são as regras e dicas de segurança e uso das unidades e áreas comuns.

Apesar de já estar sendo usada no meio urbano, como estadia temporária para eventos, ocupações por curto período etc., ela ainda é muito usada para férias, descanso, entre outras destinações. Guardadas as devidas proporções, podemos usar as mesmas dicas que se recomendam em locação de temporada. As mais diretas são:

– Atenção total e cuidado a golpes

– Exija documentos – certifique-se da validade e veracidade deles. Do principal locatário e de todos que forem usar o imóvel (nome, CPF, RG, comprovante de endereço e telefones)

– Exija todas as garantias de idoneidade.

– Cheque referências (no caso do Airbnb, da mesma forma que os imóveis e locadores são avaliados, os locatários também são)

– Procure receber pagamento adiantado

– Dê preferência a inquilinos já conhecidos de temporadas anteriores

– Tenha cuidado com o cadastro do inquilino

– Informe síndico e zelador sobre a locação

– Desconfie de quem não dá informações ou demora para passá-las

Enfim, nada contra às novas modalidades, às novas formas de negócios, mas todo cuidado é pouco, afinal a segurança do condomínio depende de todos nós.

A Habitacional possui profissionais qualificados para tratar desse assunto e área específica que cuida de Administração de bens. Esses profissionais estão totalmente informados sobre as novas tecnologias, facilidades, documentações, mudanças e avanços que o mercado promove e estão aptos a orientar sobre tudo ao que se refere ao tema.

 

Habita

Habita

Deixe seu comentário

Fique por dentro

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades.

Scroll Up

2ª VIA DE BOLETO

Selecione abaixo seu boleto

logo-footer.png

Solicite uma proposta

2ª VIA DE BOLETO CONDOMÍNIO

2ª VIA DE BOLETO ALUGUEL