Carnaval: Festa de alegria e muita energia. O bloco de carnaval do seu condomínio está pronto?

carnaval-festa-de-alegria-e-muita-energia-o-bloco-de-carnaval-do-seu-condominio-esta-pronto

No dia 18 deste mês começa o feriadão do Carnaval, ou seja, um período em que muitos gostam de se divertir, pular e brincar bastante…, e há também, aqueles que preferem o feriadão para viajar ou curtir dias de descanso.

Neste artigo apresentamos algumas dicas de como conciliar os moradores que gostam de quietude com aqueles que gostam de festejar e de que modo organizar uma festa de carnaval envolvendo todos os moradores.

Além disso, alguns itens de segurança terão de ser revistos para que não haja alguma ocorrência, afinal queremos que todos se divirtam, correto?

Vamos planejar a festa?

A fim de que este evento aconteça, aconselhamos colocar essa pauta em uma assembleia. O fato dos moradores já saberem o que vai acontecer ajudará na compreensão, organização e em uma programação para aqueles que não curtem.

Feito isso, o síndico poderá elaborar um plano com tudo que irá precisar, logística e funções, pois o evento é do condomínio.

O que ele pode adiantar via app, com facilidade é a reserva do salão nestes dias, evitando discussões.

Criando uma comissão

A Comissão de Festas/Eventos é que irá planejar e executar as tarefas.

Será interessante se for composta por condôminos voluntários incluindo idosos, adolescentes, jovens e adultos. A diversidade irá ajudar em uma programação saudável e equilibrada.

A comissão irá analisar e aperfeiçoar todas as tarefas a serem feitas.

Lembrando que quaisquer movimentos feitos pela comissão, necessitam ser ratificados pelo síndico, visto que ele é o responsável por todos os eventos “públicos” dentro do prédio.

Quem irá arcar com os custos?

O custo total da festa deverá estar no planejamento, esclarecendo quem irá arcar com essa festividade.

Se uma estimativa foi apresentada na assembleia ordinária de previsão orçamentária, já ficará mais fácil trabalhar com o que tem e dentro do que foi estipulado.

Caso contrário, de que forma será rateado? Uma sugestão é dividir as despesas entre os participantes com a venda de convites ou a divisão entre eles.

Pessoas de fora poderão participar?

Este é outro assunto a ser deliberado: visitantes poderão participar? Contudo quem são os “visitantes”? Familiares, amigos, conhecidos?

Se optar pela liberação de visitantes, irá impactar na segurança do condomínio. A cautela recomenda reforço nesse item, pois a circulação dentro das dependências ficará vulnerável, caso não tenham outros agentes de segurança. E isso aumenta o custo.

O ambiente deixará de ser o habitual, porém, se o condomínio tiver recursos, vale pensar na ideia.

Outros componentes indispensáveis

A comissão precisa pensar, também, em outros tópicos relevantes como:

  • alimentos: no orçamento já está incluso alimentação, e de qual tipo? Petiscos? Sanduíches?
  • bebidas: haverá refrigerante, suco e água? Haverá liberação de bebida alcoólica? O que é mais fácil para os pequenos para que não haja acidentes? Um buffet seria recomendado?
  • música: será contratada um conjunto, ou um DJ? Que tipo de música vai tocar?
  • decoração: toda decoração será comprada ou a comissão pode chamar as crianças para ajudar? Serpentinas serão liberadas? E as espumas, poderão deixar o piso escorregadio?
  • monitor: haverá alguém para brincar com os pequenos? Será que não existe um voluntário que goste disso e tome a iniciativa?

E a festa dos jovens?

Se a população do condomínio tiver um número de jovens relevantes, não seria legal dedicar um dia só para eles?

Eles podem preparar ao gosto deles e do jeito deles. Pode ser um trabalho intenso, porém, ficarão mais agradecidos por terem um espaço e tempo deles. Com isso, planta-se uma semente de zelo e interesse pelos assuntos do condomínio mais para frente.

E as regras de convivência durante estes dias?

Os horários das festas devem respeitar o início e fim, além do limite de altura da música.

Usar o bom senso e empatia será essencial para o sucesso do feriadão.

Afinal, quem não curte a festa de Carnaval, e não for viajar, também merece curtir seu descanso.

Brincadeiras e jamais, agressão física ou verbal. Manter-se dentro dos locais estipulados, não sujar os espaços fora do salão, são algumas formas de manter a harmonia e o cuidado com os espaços de convivência.

Se houver alguma reclamação durante a festividade, o síndico deverá analisar a situação e tomar uma posição imediata para tal episódio.

E no final? Quem arruma tudo?

Essa parte é a mais difícil, né? Todo mundo brincou, pulou, se divertiu…, entretanto, quem irá limpar? Quem deixará tudo arrumado?

A questão deverá estar também inclusa no planejamento. Se todos os que participaram irão ajudar a dar uma faxina geral, e deixar mais organizado para a equipe de limpeza no dia seguinte.

E quais os cuidados com a segurança?

E nesse embalo todo de confraternização e brincadeiras, é indispensável o olhar atento do síndico às situações de fragilidade com a segurança. Medidas devem ser tomadas para se evitar aborrecimentos e inconvenientes.

Vamos elencar aqui dez dicas de segurança para estas festas:

  1. Limite o número de visitantes nas churrasqueiras ou salão de festas. Lembre-se que os moradores são responsáveis por qualquer ação de seu convidado.
  2. Reforce o Regimento Interno. Se puder, divulgue nos murais ou faça um resumo dos itens mais importantes e deixe disponível no app para todos visualizarem. Informação nunca é demais.
  3. Enfatize os procedimentos de segurança em caso de alguma dúvida;
  4. Se o prédio estiver numa rota de blocos de rua, peça para os colaboradores ficarem mais atentos à fachada do prédio. Se necessário, use tapumes.
  5. Verifique se todos os portões, interfones, CFTV, equipamentos de alarme e incêndio estão funcionando corretamente.
  6. Redobre os cuidados de entrada e saída de visitantes, principalmente entregadores. Só adentram ao prédio no caso de extrema necessidade, e identificado.
  7. No caso de condomínios que recebem hóspedes temporários, o síndico deve ter uma documentação de identificação para registro.
  8. Avisar os pais que as crianças jamais devem permanecer sozinhas em áreas comuns. Eles são os responsáveis diretos e não podem atrelar ao zelador ou outro colaborador alguma responsabilidade.
  9. Não é o momento de abrir exceções. Flexibilizar algumas regras para alguma unidade vai permitir que outros tenham o mesmo direito e com isso, você perderá o controle da situação.
  10. Lembrar as penas para as desobediências previstas no Regimento Interno e Convenção Coletiva. Notificação, advertência, multa, multa em dobro são sanções que estão previstas. Em último caso, a Polícia Militar pode ser acionada.

Se todos os moradores cooperarem com as regras e disciplinas, todos sairão satisfeitos.

No final de tudo, por que não um agradecimento geral pelo sucesso da festa?

Envie um reconhecimento a todo condomínio pelo sucesso de um grande evento.

Com isso, outras festas ocorrerão e crescerá a conexão e a boa convivência entre os moradores. Igualmente, aumentará o interesse por outros assuntos do condomínio.

Um bom relacionamento ajuda no andamento administrativo e social. Crie uma conexão entre os moradores.

Que todos tenham um Carnaval com muita diversão e interação.

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Redes Sociais

Posts recentes

Siga-nos