Qual o futuro do papel do síndico?

qual-o-futuro-do-papel-do-síndico

Uma pergunta que pode até parecer simples para ser respondida por quem diariamente enfrenta os desafios, dores e sabores dessa função: o próprio síndico. Mas dentro dela se inserem diversas questões. Questões que vão desde o que se pode fazer hoje com todas as ferramentas e conhecimentos à mão, até como será a relação com as pessoas no futuro. Enfim, muitos pensamentos passam pela cabeça desse gestor.

Independentemente de idade, experiência na função, total de condomínios e condôminos atendidos, ser síndico é, antes de tudo, saber lidar com pessoas. Pode existir a tecnologia que for e que venha, sim, para facilitar a vida de moradores e gestores, mas será vista como uma aliada, pois nada mais atual e que se manterá no futuro do que o bom relacionamento interpessoal.

Neste Dia do Síndico, ouvimos alguns desses administradores, profissionais ou não, que fazem do seu dia a dia um lidar. Lidar com a inovação e, principalmente, lidar com pessoas e suas diferenças e suscetibilidades. Ouvimos síndicos de prédios administrados por nós para entender como cada um entende o papel do síndico no futuro.

Cinco gerações diferentes:

Geração Z (Nascidos entre 1998 e 2010): Nativos da internet, cresceram em um mundo digitalizado, familiarizados desde a infância com dispositivos móveis, redes sociais e internet. Sua abordagem descomplicada em relação à tecnologia influencia significativamente suas interações sociais.

Geração Y ou Millennials (Nascidos entre 1980 e 1995): Dividida entre Old Millennials (nascidos nos anos 1980) e Young Millennials (anos 1990), essa geração já nasceu em um mundo conectado à internet. Os Young Millennials cresceram conhecendo smartphones e redes sociais desde a escola.

Geração X (Nascidos entre 1965 e 1979): A primeira a lidar com a tecnologia em sua vida adulta, viveu momentos cruciais, incluindo a popularização dos smartphones em 2007 e a crise financeira mundial de 2008.

Geração Baby Boomer (Nascidos entre 1946 e 1964): Vivenciaram um período pós-guerra e ditadura. Foram impactados por transformações sociais e econômicas. Criados com muita rigidez e disciplina, cresceram focados e obstinados e valorizam muito o trabalho, a família, a realização pessoal, a estabilidade financeira.

Geração Silenciosa (Nascidos entre 1928 e 1945): Testemunharam guerras e avanços tecnológicos. Sua perspectiva única foi moldada por eventos históricos significativos. Sempre preocupados com o bem estar da sociedade.

Essas gerações pensam, de certa forma, igualmente: o síndico do futuro está sendo construído no presente. Neste presente, sim, a informação e a tecnologia são aliadas cada vez mais importantes. Mas elas só vêm para facilitar o que se sabe desde os primórdios dos tempos e ao longo da civilização: a comunicação e o relacionamento com as pessoas são essenciais e nunca deixarão de existir. Mais: deverão ser ainda mais valorizados – mesmo com toda tecnologia que temos a nosso dispor.

Tecnologia e comunicação sempre serão um binômio importante na gestão de um condomínio, independentemente do tipo, do tamanho e do número de unidades e condôminos. O síndico pode ter a certeza de contar sempre com a Habita no sentido de levar inovação e a melhor forma de administrar. Feliz Dia do Síndico e contem com a Habita nesse diálogo hoje, no futuro e sempre!

 

renata-fernandes- garms-cavlak

“Acredito que o papel do síndico continuará sendo crucial no futuro. O avanço da tecnologia, cada vez mais, facilitará a comunicação e a resolução de problemas e conflitos. Mas hoje e no futuro, o síndico continuará sendo essencial.”

Renata Fernandes Garms Cavlak

 

“O síndico do futuro está sendo desenvolvido e implantado hoje. Ele tem de ser dinâmico, ativo e proativo. Ele não vai enxergar um condomínio como antigamente, como o quintal da casa dele.”

Rubrycio Lameu de Sousa

 

luiz-carlos-flores-de-santana

“O futuro da profissão síndico, entendo, que dependerá muito da tecnologia, principalmente no tocante à comunicação, apps, robô com inteligência artificial para atendimentos básicos do dia a dia. Mas sem deixar de lado a figura do síndico, pois parte da população condominial ainda cobra essa presença física.”

Luiz Carlos Flores de Santana

 

karolina-pergher-deperon“Cada vez mais estamos tendo condomínios novos, que são verdadeiros clubes. Entendo que o funcionamento dos condomínios tende a se assemelhar a uma empresa. Você tem funcionários e áreas para gerir e os condôminos querem cada vez mais um atendimento mais profissional. A tecnologia, lógico, ajuda muito, mas o papel do síndico continuará sendo fundamental.”

Karolina Pergher Deperon

 

jorge-amorim“Cada vez mais haverá a necessidade deste profissional no mercado e se destacará todo síndico que se mantiver atualizado, não apenas nas questões legais e novas ferramentas, mas, também, na habilidade de propor um bom relacionamento interpessoal, habilidade de comunicação e, principalmente, atuação em conjunto com seu conselho e parceiros para um trabalho coeso, justo e transparente.”

Jorge Amorim

 

ezra-cesar-edmond-khafif“O síndico, cada vez mais, com todas essas alterações do mundo, com todas essas questões de tecnológica, transferência de potencial e o lado digital, tem a questão pessoal muito importante a ser pensada.”

Ezra Cesar Edmond Khafif

 

flavia-fiore“O síndico tem de ter um pouco de conhecimento de cada área de atuação que são necessárias para o ornamento do condomínio. Também precisa ter uma inteligência emocional gigantesca para conseguir lidar com todos os tipos de pessoas.”

Flavia Fiore

 

sylvio-levy“O papel do síndico está evoluindo com a tecnologia, tornando as comunicações mais eficientes e promovendo uma gestão mais transparente. O uso de ferramentas tecnológicas e plataformas de comunicação tende a otimizar as operações do dia a dia, permitindo que os síndicos se concentrem mais no relacionamento interpessoal com os condôminos, tarefa das mais árduas e importantes nos dias de hoje.”

Sylvio Levy

 

andrea-mara-pirani“Cada vez mais, a função de síndico passa a ser exercida de forma diferente e profissionalizada afastando-se dos estereótipos dos antigos “chefes” dos edifícios. As novas tecnologias, exigências técnicas e legais pedem várias habilidades, com desafios diversos e profissionais com perfis complementares. Parabéns aos profissionais envolvidos nesta jornada!”

Andrea Mara Pirani

 

marta-pachioni-monteleone“O síndico será, cada vez mais, um gerenciador de conflitos. Mesmo com toda tecnologia, a dinâmica para conscientizar que a pessoa mora em condomínio acaba ficando 100% para síndico. O trabalho de um síndico do futuro é trabalhar cada vez mais, porque a população cada vez menos tem interesse em conhecer o que é morar dentro de um condomínio.”

Marta Pachioni Monteleone

 

suely-repiso-d-andrea“Na evolução diária, com as novas tecnologias e mecanismos que ajudam a desenvolver nossa atividade, no meu entender, nada terá eficácia se o gestor de um condomínio não souber formar uma equipe, pessoas que trabalham juntas com fins comuns. Saber delegar e cobrar tarefas, ter boas relações interpessoais.”

Suely Repiso D’Andrea

 

luiza-faure“Essa é a pergunta de quase que um milhão de dólares. Não tenho uma opinião formada sobre o assunto, mas entendo que a relação entre as pessoas não mudará no futuro. A tecnologia colabora e muito. Mas ela é só uma aliada no nosso dia a dia.”

Luiza Faure

 

O futuro do papel do síndico é fascinante e desafiador. À medida que avançamos para uma era cada vez mais digital, a Habita está comprometida em apoiar os síndicos de hoje e do futuro. Com uma combinação de inovação tecnológica, conhecimento sólido e compromisso com o bom relacionamento interpessoal, acreditamos que o síndico desempenha um papel vital na comunidade condominial.

Na Habita, não apenas reconhecemos a importância do síndico, mas também oferecemos as ferramentas e o suporte necessários para enfrentar os desafios modernos da gestão condominial. Desde soluções tecnológicas avançadas até a nossa equipe experiente, estamos aqui para tornar a jornada do síndico mais eficiente e bem-sucedida.

Feliz Dia do Síndico! Conte sempre com a parceria da Habita para construir condomínios mais harmoniosos e bem geridos, hoje e no futuro.

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Redes Sociais

Posts recentes

Siga-nos